quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Ser em extinção




Numa sociedade em que a competição é cada dia mais acirrada, o mercado cada vez mais exigente e a concorrência cada dia mais inteligente, é preciso saber tudo de tudo. Se ontem bastava ser bom, hoje é preciso ser ótimo. É preciso se manter à frente das exigências da sua área de atuação. O básico virou banal. O complexo de ontem é o basicão de hoje e démodé de amanhã.
Tudo isso é fato. Temos que buscar formas de sobreviver nesta selva. O lado B de tudo isso é que esta busca desenfreada pelo sucesso ultrapassa os limites da sanidade. Onde é que está escrito que precisamos ser bons em tudo? 
Tenho visto pessoas fazendo um esforço sobre-humano para serem bons pais, bons filhos, bons amantes, excelentes profissionais e ainda levar uma vida saudável. E ainda correm daqui e dali para estarem em tudo e participarem de tudo.
 A palavra networking subiu à cabeça das pessoas. O que vemos são verdadeiros show-mans e show- girls. Atitudes premeditadas e comedidas, que não passam de um plano para chegar ao podium. Até os bons-dias são premeditados! Encontros e contatos são minuciosamente arquitetados. Elogios são distribuídos como fichas de entrada em um mundo melhor. Tudo faz parte da conquista do troféu de bem-sucedido! 
Onde estão as pessoas normais? Aquelas que têm a grandeza de dizerem que não sabem fazer algo, que perderam alguma coisa ou que se deram mal. Onde está você, ser em extinção?! 
Procura-se alguém que possa compartilhar verdades e não apenas vantagens. Procura-se por pessoas que saibam rir e chorar, perder e ganhar. Procura-se por gente que se machuca, que se esfola, que está na fila, que pede ajuda. Procura-se pessoas, não um case de sucesso. 
Ando correndo de quem tá pronto, inteiro, formado. Tenho pena dessas feras, perfeitos, acima de qualquer suspeita. Pessoas impecáveis, super-hiper-mega organizadas e extremamente bem sucedidas me causam pânico. Tenho medo de pegar a doença da perfeição e nunca mais ser eu mesma. 
Mulheres perfeitas à base de fluoxetina. Homens bem-sucedidos escravos de um comprimido azul. E ninguém toca no assunto do que não deu certo. Fazem-se caras e bocas, sorrisos e poses. Tudo isso para disfarçar que, por trás dos holofotes, somos todos iguais! 

Leila Rodrigues
Publicado no Jornal Agora - Divinópolis MG em 15/11/2011

24 comentários:

  1. Boa noite, Leila.

    Adorei!!

    A competição nos dias de hoje, parece mais uma gincana.

    Essa geração precisa ser gênio para garantir seu lugar no mercado de trabalho.

    Haja inteligência, vocação, garra, e boa sorte.

    É o que desejo para os filhos de todos.

    Beijos.

    Maria Auxiliadora (Amapola)

    ResponderExcluir
  2. Leila, tudo bem?
    A hipocrisia tomou conta do mundo, ainda mais com o advento das redes sociais virtuais onde você pode postar o mais bonito e premeditado, pois tudo pode ser editado, diferente da dimensão real, onde o cara a cara pode fazer diferença.

    Crõnica muito bem-escrita,moça, parabéns! Tem mais é que ser publicado em jornal, e assim seja, em vários!

    Beijos e ótimos dias :)

    ResponderExcluir
  3. Oi Leila!

    Você está certíssima, a busca desenfreada pelo sucesso tem transformado pessoas em humanoides: aparência de humano, mas seres desprovidos de sentimentos, ignorantes de valores, numa atitude mecânica espetacular! Não se fala em fracassos, pois esses não fracassam. E a sociedade está cheia de seres assim, como você bem mencionou. Nós mesmos, se não somos cuidadosos, entramos no esquema premeditado e artificial, pois a sociedade assim cobra!

    Valeu a dica para reflexão, um beijo pra você.

    ResponderExcluir
  4. Parabens pelo Texto, ele reflete a nossa realidade, aquela onde temos de ser "Super" em tudo, só que infelizmente as pessas estão esquecendo que todos os "Supers" também são humanos com suas fraquesas e defeitos.

    ResponderExcluir
  5. Leila que texto verdadeiro....percebo isso muitas vezes, mas a gente deve continuar sendo diferente da massa!
    Beijinhos QUERIDA
    http://amazoniaumcaminhoparaosonho.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Querida Leila!!

    Amei a sua crônica.
    Dificil mesmo a gente saber quem é realmente as pessoas. Fisicamente entao...
    botox, preecnhimentos, peeling, enxertos, plasticas..etc e etc...
    Anti-depressivos, anti-ansiolitiso,
    soniferos etc.
    Todos perfeitos.
    Andam de carros de ultima geraão financiados em 60 meses mas pagam aluguel.
    Viva a era do TER. a do Ser..ta por ai....
    Mais cedo ou mais tarde se acorda..

    Um beijinho minha querida amiga..te amo!!

    ResponderExcluir
  7. Bom dia,Leila!

    Infelizmente é a realidade que vivemos, a sorte é que ainda existem pessoas que estão interessadas no crescimento interior também, o que faz toda a diferença.Vamos preservar a espécie!rsrsr
    Façamos a nossa parte sendo e vivendo de forma verdadeira!!!
    Adorei seu texto!!!!As pessoas precisam refletir mais!
    Beijos querida!!!!
    *Fiz a matrícula!!!Estou MUITO feliz!!!!!Rindo á toa...rsrrs
    Bom final de semana!!!

    ResponderExcluir
  8. Minha querida

    Um texto muito verdadeiro dos dias de hoje...vivemos numa selva, cada um a tentar ser melhor, mesmo que por meandros não muito claros.

    Deixo um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  9. Uma crônica bem modelada... Olá querida Leila, sei que ando sumida depois que voltei das férias, mas sabes que as vezes as vida fora da tela nos separa um pouco das ondas... só quer sou uma sereia e não posso ficar longe por muito tempo :) assim Vim te convidar para as brincadeiras BLOGUEIRO OCULTO e o MAGIA DO NATAL que estou lançando no salão azul da Ilha, o convite e o link se encontram lá... te espero com um largo sorriso.. Um beijo enorme no coração e tenhas um FDS de muita luz!!!

    ResponderExcluir
  10. LINDA CRÔNICA ESCRIBA MUI AMADA POR NÓS!APROVEITO O MOMENTO,PARA TE CONVIDAR PARA LER MEU POST TEMPO PEDINDO......SABERÁS LÁ...O PORQUE!
    ORE POR MIM,AMADA AMIGA

    RICARDO

    ATÉ BREVE

    VIVER É PURA MAGIA

    VIVA LA VIE

    ResponderExcluir
  11. Muito bem escrito...
    Adorei...

    No meu blog tem um super sorteio de natal: http://palavrasaventureiras.blogspot.com/2011/11/sorteio-de-natal.html
    passa lá...
    Bjs =***

    ResponderExcluir
  12. ...se para agradar o mundo
    precisamos nos transformar
    em máquinas competitivas,
    onde reside o mérito?

    o quê ganhamos com esta
    insanidade?

    lindíssima crônica!

    parabéns, alma linda!

    bjbjbj

    ResponderExcluir
  13. Quase que concordo com tudo o que aqui li. Disse quase, porque me fica a sensação, que ainda há alguma esperança que as coisas possam mudar.
    Ou será que eu sou um sonhador?

    ResponderExcluir
  14. Texto muito profundo e verdadeiro, realidade dos dias de hoje. Gostei muito. Beijos e ótima semana.

    ResponderExcluir
  15. Belaleilamiga

    E somos mesmo, só que os holofotes produzem... sombras chinesas. E estas não têm vida própria, apenas aquela que lhe dão. Mais: que eu saiba, não gostam muito de trabalhar. Em suma: mais um testículo, com x, excelente.

    Entretanto, deixo aqui um aviso: Hjtksdt ywsqjhr mjvnzxc (*)

    (*) Na nossa Travessa há extraterrestres

    Qjs

    ResponderExcluir
  16. Sim, também questiono: onde estão as pessoas com sentimentos, as pessoas que choram e riem? Terá de ser tudo sempre competitividade??? Srá sempre tudo uma corrida a ver quem é melhor??? a que preço??? O preço e a humanidade, a fraternidade, o bom-senso...a misericórdia...

    Te abraço

    ResponderExcluir
  17. E vamos as festas sim amiga Leila :) porisso estou te esperando no salão azul da Ilha :) beijos e uma continuação de semana com muitos sorrisos!

    ResponderExcluir
  18. Incrível esse texto.Perfeito!Tudo máscaras, fingimentos, faz de contas e na hora do pega pra capá é que são elas...

    Adorei! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  19. Adorei o texto!
    Realmente por tras dos holofotes somos todos iguais...

    ResponderExcluir
  20. Belo alvorecer minha amiga fidalga!
    Saudadesssssssssssssssss,tempo esse que encurta quando se aproxima o final de cada ano...mas pelo menos ainda existe madrugadas para vairar,kkkkkkkk
    texto real dentro da nossa realidade,vc soube emoldurar muito bem esse texto...
    bjssssssssssss

    ResponderExcluir
  21. leila
    Voce escreveu muito bem!
    Parabens Já estou te seguindo.
    com amizade e carinho de Monica

    ResponderExcluir
  22. Minhas saudações da França! Depois de visitar seu blog, eu não poderia deixar sem colocar um comentário.
    Quero parabenizá-lo no seu blog!
    Talvez eu teria a oportunidade de recebê-lo na minha também!
    Meu blog é em francês, mas à direita é o tradutor do Google!
    bom dia
    cordialmente
    Chris
    http://sweetmelody87.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  23. Leila

    3 Vs
    Verdade verdadeiramente verdadeira.
    Por trás dos holofotes somos todos
    iguais.
    Amei.

    Bjs

    ResponderExcluir
  24. Olá Leila... é a primeira vez que entro em seu blog e fiquei muito contente por saber que existem outras pessoas que também querem viver em um mundo mais "real".

    Grande abraço,

    Marcia Marcelino

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita. É muito bom ter você por aqui!
Fique à vontade para deixar o seu recado.
Volte sempre que quiser.
Grande abraço