sábado, 14 de março de 2015

Andarilho




E por falar em Vinicius de Morais, onde anda você? Prometo não falar de saudade, mas preciso saber onde anda você? Você anda sumido! Eu ando meio cansado. Andei pensando em você. Em te contar como andam as coisas por aqui. O mundo anda tão complicado.
Maria anda dizendo que vai embora. O país anda meio devagar. O futebol anda amarelado, parece que perdeu a ginga. A música anda se reinventando, novos ritmos poucas letras. O que sustenta é saber que os velhos baianos ainda andam por aqui. A água anda cada dia mais escassa e o consumo, este anda desenfreado. Tem gente que anda emperrado, anda, anda e não sai do lugar. Pergunto se faltou chão ou será que faltou lugar?
Alguém andou puxando nosso tapete. Andam dizendo que vão descobrir os culpados. Eles andam por aí como se nada tivesse acontecido. E os sujeitos andam cada vez mais indeterminados. Andaram bagunçando o coreto. E agora José? Andei com fé até hoje, amanhã será que conseguirei andar?
E até quem até ontem andava animado, de bem com a vida que tinha eu já vejo andar cabisbaixo, olhando para o chão que pisa. Talvez seja a pressa da vida. O tempo anda passando depressa demais. Não sei se mudaram os trilhos ou as direções? Ando sem entender as razões!
A saúde anda doente, salve-se quem puder! A educação anda tímida, perdeu para a internet e vai precisar se reinventar. A amizade anda esquisita, tudo na base do clique. Ninguém mais anda junto. Ninguém mais anda descalço. Agora andam depressa e junto com o celular. Andam guardando coisas nas nuvens. Nisso eu ainda ando devagar. Para mim quem anda nas nuvens não é de se confiar.
E o amor? Ah esse anda líquido como a água da torneira. Escorre entre os dedos, perde para as intenções. Andaram trocando as bolas. Amam coisas e trocam pessoas. A fila andou. Tudo muito confuso para mim. Ando duvidando dos homens. Ando falando com os passarinhos.
E o sujeito do discurso anda falando sem pensar. Falando sem se dar conta de que a plateia anda cansada de escutar. A quantas anda nosso destino?
A turma anda assistindo muita novela, mas em contrapartida tem muita gente andando. Andar é moda! Andam de manhã, andam nas praças, nos parques e na noite. Descobriram que andar faz bem! Ainda bem!
E eu ando pensando seriamente em me mudar. Se para o sul ou para o norte ainda não sei, por enquanto só pensei. Ando cansado de tantas andanças.


Leila Rodrigues
Imagem da Internet
Publicado no Jornal Agora Divinópolis em 10/02/2015

10 comentários:

  1. ...eu jamais, jamais deixarei
    de confiar em quem deposita
    seus sonhos nas nuvens.

    andam nas 'nuvens' justamente
    porque cultivam levezas,
    deixam carícias por onde
    passam.

    te amo...smacksssssss

    perco-me de paixão em suas
    palavras!

    ResponderExcluir
  2. Leila,
    Sabes que gosto muito dos teus textos, não apenas pelos temas que abordas, nas pelo interesse que suscitam, além de serem temas que têm actualidade e nos levam sempre a uma reflexão.

    Gosto muito!

    Bjus,
    AL

    ResponderExcluir
  3. Acabei ficando com saudade...
    Muito bom o texto. Parabéns
    Abraçogrande

    ResponderExcluir
  4. Leila, suas andanças me inspiraram. "Tenho andado distraído, impaciente e indeciso. Ainda estou confuso,só que agora é diferente. Tô tão tranquilo e tão contente."
    Muito bom acordar neste domingo e andar junto com você e suas palavras.

    ResponderExcluir
  5. Aplaudo-a, Leila! Esquecemos de sermos "gente" com sentimentos, vontades, emoções... Engolimos tudo o que vem pela mídia, pela net, pelo ouvi dizer... e, por ai vai... Éramos felizes e detalhe: sabíamos!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  6. Maravilha ,como sempre ! saímos daqui leves, mas carregando pensamentos, questionamentos bem colocados! Adorei! bjs, chica

    ResponderExcluir
  7. Também ando sem entender as razões. Parabéns amiga! Disse tudo!

    ResponderExcluir
  8. Olá, Leila.

    Tudo anda tão bagunçado, que não sei se realmente anda, ou desanda o andar humano. Parabéns nesse e em todos os dias do blogueiro.

    Um abração e um bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  9. Adorei, de verdade que adorei, este texto.
    Um pouco enigmático e cheio de meias palavras, de meias verdades de sentimentos escondidos.
    Tento perceber mas fico pelo tentar.
    Bom fim e semana!

    ResponderExcluir

Obridada pela visita. É muito bom ter você por aqui!
Fique à vontade para deixar o seu recado.
Volte sempre que quizer.
Grande abraço