domingo, 13 de janeiro de 2013

Entre quarta e quinta de uma semana qualquer









Olá pessoal,

Esta semana alguém me disse que poesia é coisa de gente louca. Respondi com um sorriso. Um sorriso louco.

Abraços a todos e boa leitura!


Leila Rodrigues


Entre quarta e quinta-feira de uma semana qualquer



É tarde
E aqui dentro de mim, me parece tão cedo
Cedo para escolher, tarde para começar

É tarde
E enquanto todos dormem
Eu acordo as minhas verdades sonolentas

É tarde
Para sair correndo daqui
E tão cedo para despertar meu coração adormecido

É tarde
Tarde demais para gritar seu nome
E o silêncio acordou minha vontade de dizer

É tarde
Tarde demais para começar agora
Melhor dormir que o amanhã começa sempre na mesma hora

Leila Rodrigues

Imagens da Internet - São Paulo à noite

11 comentários:

  1. Ah! Se todos fossem "poetas loucos"... Haveria menos infelicidade no mundo! Belo poema, Leila... prossigamos loucamente, poetando!
    Bjs. Célia.

    ResponderExcluir
  2. Olá Leila.

    Quem dera que a "loucura" dos poetas, inspirasse a loucura louca que desatina a humanidade, os especuladores, guerreiros, políticos, fanáticos... ... Não teríamos "a feia fumaça que sobe apagando as estrelas" nem "a força da grana que ergue e destrói coisas belas".

    Um abração e uma boa semana, loucamente poética.

    ResponderExcluir
  3. Que linda loucura...Adorei! beijos praianos,chica

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito de sua loucura, Leila! O poema é belo e cheio de verdades, carrega o duelo que vem nos despertar nas madrugadas para logo devolver-nos ao sono e a apatia, já que "o amanhã começa sempre na mesma hora".

    Beijo pra você!

    ResponderExcluir
  5. Minha amiga fidalga!!!!!
    Sempre tão intelectual em tudo que escreves...na beleza do poema trazes um toque clássico...lindo né amiga !!!!
    Amo teus escritos e criatividades ...
    bjsssssssssssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  6. Olá.
    Nossa ,muito legal seu blog, gostei bastante, parabéns.
    Estarei sempre por aqui.
    Até mais

    ResponderExcluir
  7. Minha querida Leila

    Por vezes é tarde para umas coisas e cedo para outras, mas o tempo nos dará as respostas.
    Um poema simplesmente sublime que adorei.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  8. Sorriso louco é sorriso de poeta...

    Deixo as minhas saudações poéticas.

    ResponderExcluir
  9. Mas todos somos poetas e todos temos algo de louco!

    ResponderExcluir
  10. Loucura pura é saber escrever e viver!

    Um ano de paz,paz e pazzzzzzzzzzzzz

    viva la vida

    ResponderExcluir
  11. Leilinha,

    E quem sabe em certos dias, a cama deveria ser o dia. Lindo!

    Beijos.

    ResponderExcluir

Obridada pela visita. É muito bom ter você por aqui!
Fique à vontade para deixar o seu recado.
Volte sempre que quizer.
Grande abraço