sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Ressaca do bem



Olá meus caros,

estive fora para um breve descanso e hoje estou de volta. Espero que todos tenham tido ótimas comemorações de Natal e Fim de ano e que estejam renovados para 2012, com muita saúde e paz no coração.
Neste meu período de reclusão, eu pude ler um pouco mais e também escrevi bastante. O Palavras continua aí, a seu inteiro dispor, animado para levar até você um pouco das minhas palavras. Prometo visitar a todos os meus queridos amigos blogueiros o mais breve possível. Um ano iluminado a todos vocês e que consigamos nos mover rumo a nossa evolução pessoal. 

Grande abraço

Leila Rodrigues


O texto abaixo, foi publicado no Jornal Agora - Divinópolis MG em 27/12/2011. Espero que gostem.

Ressaca do bem

Perdeu a hora, mas nem se importou. Esse é o único dia em que ela se permite acordar mais tarde. Um café forte vai ajudar. Saiu do quarto e observou à sua volta:
Destroços de papéis de presente espalhados pela casa mostravam que por ali houve algazarra. E alegria! No silêncio da casa, agora vazia, ela ainda conseguia ouvir os ecos das falas de cada um, falando tudo de uma vez. Era sempre assim! Todos falavam ao mesmo tempo. Dos filhos, dos netos, dos que não vieram, das conquistas. Mães competem umas com as outras elogiando suas proles. Homens falam dos seus times, viram técnicos inflamados e competentes. Contam do carro novo, do investimento, da reforma da casa. Pequenos correm e gritam ao mesmo tempo. É muita fala para uma noite só! E cabe tudo na ceia.
Crianças avançam afoitas em seus presentes. A alegria está nos olhos de cada uma delas. Alguns se emocionam, choram, coraçãozinho dispara. Pena que, em 10 minutos, já abriram, já testaram, já estragaram e já desmontaram os presentes. E ainda tem aqueles que mal ganharam o presente e já começam a pedir outro.
Na mesa, comida para 8 dias e o dobro de convidados. Com medo de faltar, faz-se, além da leitoa, do peru, do arroz com castanhas, das frutas e dos panetones; um feijão tropeiro, uma tábua de frios, uma carne de boi ao molho madeira... Enfim, é comida que não acaba mais! Tudo permitido! Mesmo porquê, não comer o que uma fulana trouxe é desfeita.
As tias, que só tomam leite de soja, entram no  espumante. Docinho, refrescante e ainda na taça com aquelas bolhinhas sensuais. Ah! Vira água! Os homens, que já bebem o ano inteiro, têm alvará para beber a noite inteira. Dá para imaginar o resultado! Dançam, cantam, choram, riem, gargalham, choram de rir, choram de chorar, se abraçam, se desentendem e se entendem novamente. Tudo em uma única noite! Isso é mágico!
Ela anda pela casa vazia. Enquanto junta os papéis, refaz o filme da noite anterior. Seus filhos lindos, quanto mais velhos mas lindos. Seus netos, seus parentes todos. Como é bom juntar a família, e poder celebrar a alegria de pertencer ao grupo. Voltar ao ninho e celebrar o nascimento do Pai.  Esta é a forma que encontramos de renovar nossos laços com aqueles que já nascemos entrelaçados.  Se é certo ou não, se o espírito natalino se perdeu, se o consumismo tomou conta, ela prefere não julgar. Para ela, fica a certeza de ter renovado seu profundo amor para com todos que estiveram alí.
Leila Rodrigues

43 comentários:

  1. Foi boa a ressaca; "ela se satisfaz em unir sua família na noite linda, na festa...mesa farta .
    Ela é um símbolo de união*, pois quando Ela for embora*, não será mais assim, sem Ela*...tudo poderá ser diferente; assim foi em minha casa, sem Ela, a minha mãe.
    Se postei um comentário inadequado, desculpe-me, eu estava pensando como tudo era* bonito, quando a minha mãe era viva.
    beijo

    ResponderExcluir
  2. Leila, hoje eu passei aqui para agradecer ao comentário no meu blog ...fiquei tão feliz que vc gostou do livro!! Ainda mais vindo de vc...uma pessoa que admiro muito!!
    Deu Luz para meu dia...agradeço muitíssimo todo seu carinho...vc é um amor...desde que nos conhecemos...vc sempre foi assim...bks, flor!

    ResponderExcluir
  3. Leila querida,
    Obrigada pela visita e pelo comentário tão carinhoso.
    Achei ótima sua postagem! Parece que acontece tudo igual em todos os lares, na virada do ano.
    A minha ressaca foi dura de aguentar. A
    pessoa se permite comer e beber o que acha que pode e acaba comendo e bebendo aquilo que não pode. Comigo foi assim.
    Fui passar a virada do ano na casa de uma de minhas filhas e, no dia seguinte, voltei lá para almoçar.
    Aí, no outro dia, a dor de cabeça era tanta, que passei só a chazinho.
    Ainda bem que comilança assim, só uma vez por ano.
    Um afetuoso beijo, amiga.
    Maria Paraguassu.

    ResponderExcluir
  4. Leilinha...Carinho gostoso esse que você deixou no meu coração.
    Feliz ano novo pra você.Muitos beijinhos.

    ResponderExcluir
  5. Leila, querida!
    Linda mensagem! Muito bem-escrita como sempre, fico aqui com os olhos brilhando...

    Ótimo 2012 para ti e tua família!
    Um grande beijo e sucesso :)

    ResponderExcluir
  6. Antes de tudo, desejo um 2012 de muitas realizações para vc e para todos os leitores do seu blog, que é sensacional. diga-se de passagem! Muito bom este texto... Parabéns pelo blog!!!

    Beijo!!!

    UMA VIAGEM AO FUTURO
    http://umaviagemaofuturo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia o texto da Leila, ms gostei muito! Eu até que gosto do consumismo do Natal, mas não gosto da muvuca que antecede.
    Beijos 1000 e um final de semana maravilhoso para vc.

    www.gosto-disto.com

    ResponderExcluir
  8. Essa ressaca pé das boas mesmo e que agora que teu ano inicia, tenhas tudo de bom nele e sempre! beijos,chica

    ResponderExcluir
  9. Uma ressaca de amor em família é o reabastecimento das energias! Bom retorno para você e um ano venturoso! Abraço, Célia.

    ResponderExcluir
  10. Querida, quão verdadeiro é este teu lindo post.Corremos, trabalhamos, cansamos, mas a satisfação em ver o brilho nos olhos dos que abrem seus pacotes, as risadas na mesa, pratos cheios, alegria, enfim a confraternização com quem convivemos e amamos, nos faz feliz.São momentos demarcados , mas únicos no coração.Ah! a ressaca se cura. Resta o sabor do amor partilhado.Que este ano de 2012 seja pleno para você.Bjs no coração Eloah

    ResponderExcluir
  11. Leila,bom demais te reler!Adorei essa ressaca muito bem escrita e sempre bem vinda!Um ano maravilhoso pra vc tb!Bjs e meu carinho!

    ResponderExcluir
  12. Exceelente. E ainda bem que voltaste!
    Grata pela visita,
    BShell

    ResponderExcluir
  13. Oi querida!!
    Estou imensamente feliz com sua volta.

    Perfeito seu texto.

    Nada importa nesta epoca festiva. Sem julgamentos.

    Vamos ser felizes, deixar a mesquinhez de lado, só por hoje.

    Amanhã é um novo dia.... e com ele a esperança de sermos melhores.

    Eu sempre quero.

    Um beijo com saudades.. te amo!!

    ResponderExcluir
  14. adorei o post.
    o texto é muito bom.
    reflete bem esse finalzinho de ano.
    show!
    beijos
    bom final de semana.
    Amy
    ps: tem post novo lá no Macchiato *-*

    ResponderExcluir
  15. De tudo, não se perde essa união, esse encontro feliz, as lembranças de mais uma ceia, com a presença dos entes queridos. Essa é, realmente, uma ressaca feliz.
    Lindo texto!

    Bjs.

    ResponderExcluir
  16. delicioso "retrato" de um momento vivido!
    vejo que este teu blogue não podia ter melhor título... "palavras". elaboras todo um post com a grandeza de significado que dás ás "palavras" e consegues cativar a leitura.
    senti-me em família...
    vivi os sorrisos, a alegria, a frescura do espumante e até, o peso de tudo arrumar. tal como tu, também eu me considero "renovado".
    valeu a pena...

    agradeço a visita e comentário que deixaste no meu "palco...".

    bj...nho

    ResponderExcluir
  17. Oi, Leila, seu texto tá ótimo, e é bem assim quando a alegria, o encontro, os presentes, as comilanças acontecem. Parece mais uma família italiana, onde todos falam e ninguém ouve ninguém. Mas se as pessoas estão felizes, isso é que pesa. Viver um dia de cada vez, mesmo que depois, tudo se inverta. E no próximo ano, a festa será igual. Acho que é válido quando ninguém se ilude, apenas confraternizam felizes.
    Grande beijo.

    ResponderExcluir
  18. Olá, amiga Leila!
    Ao ler seu artigo magnífico, de tão bem escrito e descrito, deu até para imaginar as cenas.
    Assim sendo, quando a ressaca é do bem, a rotina também.

    Parabéns pelo talento!

    Feliz 2012 para você e família!

    Abraços fraternos do novo amigo!

    ResponderExcluir
  19. Oi querida amiga Leila. Aproveitei essa tarde chuvosa aqui em Lages para visitar os amigos. Maravilhoso texto. Ressaca? que ressaca? Um grande beijo. Tenha um ótimo final de semana. FIQUE COM DEUS. Obrigado pela tua amável visita lá no meu diário.

    ResponderExcluir
  20. Lindo, instigante, inteligente, um post q é uma dlicia ir lendo, interpretando beeeem devagarinho, gostei muiiiito pra vc minha linda bjos, bjos e bjosssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  21. olá..
    ontem a Ma me disse que seu blog e você são o máximo!.
    vim aqui conhecer e me apresentar..
    vou ler tudinho com calma..
    beijos perfumados..

    ResponderExcluir
  22. Leila
    Voce mora pertinho de mim.
    Sou de santo Antonio do Amparo mas moro em BH e voce já é uma verdadeira escritora.
    Gostei do seu relato sobre o Ano NOvo prinipalmente da frase
    Esta é a forma que encontramos de renovar nossos laços com aqueles que já nascemos entrelaçados.
    Adorei sua visita.
    com amizade e carinho de Monica

    ResponderExcluir
  23. Que a fé e a esperança anda de mãos dadas, bem juntinho de você.
    Esta esperança é nossa esperança. É com esta fé em Deus que
    estou para 2012.
    É com esta fé que nós seremos capazes de transformar esse mundo se cada um de nos
    fizermos nossa parte.
    E a esperança não ilude, porque o amor de
    Deus foi derramado sobre todos nos.
    Esta luta do filho de Deus não anda de mãos dadas com renúncias e tristezas,
    e sim de esperança num amanhã mais feliz.
    Um feliz final de semana.
    O primeiro de 2012.
    Muita paz muito amor para você.
    Beijos no coração.
    Evanir..
    Espero que tenha voltado revigorada das doces ferias que tanto espero um dia .

    ResponderExcluir
  24. Hola Leila yo espero que tu también hayas tenido unas felices fiestas
    y ahora te deseo un feliz año 2012.
    un abrazo.

    ResponderExcluir
  25. OI LEILA!
    LINDO, VERDADEIRO,COMUM A MAIORIA DE NÓS.
    ENQUANTO LIA, PASSOU UM FILME,REAL,E BEM COMO DIZES, O MÉRITO AGORA É, SABER QUE MAIS UMA VEZ, CONSEGUIMOS REUNIR NOSSA FAMÍLIA,E COM ELES PASSAR HORAS DE MAGIA, QUE PARA NÓS FORAM IMPORTANTES DEMAIS.
    DESEJO A TI TAMBÉM UM ANO CHEIO DE PAZ E MUITO AMOR.
    ABRÇS

    http://zilanicelia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  26. Boa noite, querida amiga.

    Obrigada pelas lindas palavras.
    Que 2012 lhe seja iluminado também.
    Muita saúde, paz, harmonia e progresso.

    Beijos no coração.

    ResponderExcluir
  27. Bom domingo prá ti!
    Sabia que domingo é dia de visitar amigos queridos,assim como vc que sempre me encantou com seus comentários...
    Vim dar meu primeiro abraço de ano novo em vc que ainda não tinha te visitado.Aproveito para deixar meu apreço por vc que se tornou uma pessoa muito querida e amada por mim.
    Bjs com o sabor de dia de domingo!

    ResponderExcluir
  28. Sempre boas e compensadoras essas noites de harmonia e união...grande beijo de boa semana pra ti amiga.

    ResponderExcluir
  29. Realmente uma ressaca do bem.
    Bom domingo
    Xeros

    ResponderExcluir
  30. Linda mensagem querida.
    Estou de volta depois de uns dias ausente.
    Desejo uma semana imensa de coisas boas. Obrigada pelo carinho da amizade...Um abraço!

    ResponderExcluir
  31. Olá Leila!

    Desejo que nesse ano, tenhamos mais e mais dias onde se possa tomar um "porre" de alegria, "encher a cara" de felicidade e acordar com a doce "ressaca do bem". Mas alegria e felicidade de verdade, essas que iluminam a alma e o coração. Não o artificio da ilusão etílica, enlatada ou engarrafada.

    Um abração e obrigado por ler e comentar lá no Blog.

    ResponderExcluir
  32. Excelente o teu texto Leila!...


    Beijo,
    AL

    ResponderExcluir
  33. Nada como uma boa "ressaca do bem".
    Que texto interessante, obrigada.

    Feliz retorno, neste Bom Ano!

    Beijos,
    da Lúcia

    ResponderExcluir
  34. Interesante texto,querida amiga que tengas un feliz año 2012,un abrazo.J.R.

    ResponderExcluir
  35. Olá,Leila!!

    Bem-vinda de volta querida!!!
    Texto lindo!De tudo fica o mais importante...que o amor foi compartilhado, que os laços foram firmados!
    Biejos!!!

    ResponderExcluir
  36. belo texto... e tão de "todos nós"...

    beijo e um 2012 de alegrias e ternuras !!!

    ResponderExcluir
  37. Minha querida

    Que linda comunhão de amor e de fraternidade...que 2012 seja feito de amor e paz.


    Deixo um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  38. Oi,vim conhecer seu Blog,amei e já estou super seguindo,parabêns por seu cantinho e muito sucesso aqui!

    Te convido para conhecer meu Blog e se gostar e puder seguir também,será muito bem vinda,sinta-se em casa!

    Ah,tem 2 sorteios rolando por lá,participa? :)

    Beijinhos no core!

    http://umamulherbemvestida.blogspot.com

    ResponderExcluir
  39. Olá minha querida espero que tenhas descansado bem. E como sempre teus textos de extremo bom gosto. Ando sumidinha, mas nunca despareço e vim te desejar um belo final de semana e te comunicar que em fevereiro minha Ilha estará completando 2 anos de renascimento e conto com você nas brincadeiras e na festança... breve deixo o convite. Um enorme beijo no coração.

    ResponderExcluir
  40. Há qualquer coisa que não esta a funcionar.
    Eu a visito, deixo o meu comentário que é aceite.
    Quando torno o comentário não existe.
    Não sei porque.

    ResponderExcluir
  41. Leila
    Que linda ressaca descrita com linguagem escorreita e agradável de ler.
    Sorte ao "Jornal Agora" por contar com talentosa cronista

    Beijos

    ResponderExcluir

Obridada pela visita. É muito bom ter você por aqui!
Fique à vontade para deixar o seu recado.
Volte sempre que quizer.
Grande abraço