quarta-feira, 20 de julho de 2011

Cinco minutos

Seis e meia da manhã. Abro os olhos. Meu corpo condicionado aguarda o despertador, como que querendo competir com ele. " Eu sou mais preciso que você. Acordei primeiro!"
Ouço os barulhos lá fora. Alguém começou antes de mim. Carros passam apressados, sirenes anunciam a hora de começar.
Onde foram parar os pássaros? Os galos, os bem-te-vis e pardais, onde estão? O cheiro de café coado? Biscoito frito recendendo pela casa? Plantas molhadas de orvalho, friozinho da manhã? Cadê tudo isso?
O sol continua demorando o mesmo tempo para surgir todas as manhãs; mas eu não consegui dar à minha manhã o seu devido tempo. Passo batom no elevador, vejo as notícias no iPad, listo e repasso as tarefas do dia enquanto caminho na esteira.
Orgulhosamente chamei tudo isso de otimização do tempo. Será mesmo? Fazer duas, três ou mais coisas ao mesmo tempo. Até que ponto isto é otimizar o tempo? Otimiza-se o tempo e "pessimisa-se" a mente. Será vantagem, otimizar o tempo hoje para gastar amanhã na cama de um hospital?
Como um buraco sem fundo vamos nos enchendo sem limites. De informação, de comida, de compromissos, de responsabilidade. E consequentemente de medo, de angústia, de dores, de stress, de remédios.
Como a mente não ocupa espaço, perdemos a noção de ocupação desse pseudo-local. Quando percebemos, esvaziar-nos vira uma tarefa dificílima e dolorida. Nos acostumamos de tal forma a mantermos a mente ocupada com alguma coisa que não suportamos o vazio. E assim, fujo do encontro comigo mesma como o diabo foge da cruz!
Pode alguém não suportar a sua própria companhia? Assim estamos nós, sempre acrescentando um afazer na lista, porque parar virou vergonha nacional. Quando acaba tudo, fácil, fácil coloca-se na fila um filme, a internet, o jogo, que é pra não dar chance para encontrar consigo mesmo. Como é que eu posso ser companhia de alguém se eu ainda não suporto a minha companhia?
Será que o vácuo de nós mesmos é tão insuportável assim? Há quanto tempo não falo comigo mesmo? Sou capaz de perguntar para todo mundo, "como vai? Tudo bem com você?" E para mim mesma nem um oi ando dizendo.
Falta-me cinco minutos. Cinco minutos para mim. Cinco minutos para eu encontrar comigo e me dizer bom dia. Cinco minutos para eu ouvir de mim como eu estou realmente. Cinco minutos para eu chorar ou sorrir. Cinco minutos para eu abrir a janela, respirar fundo, ver o dia amanhecer. Cinco minutos de mim para mim... E o resto do meu dia ficará muito maior e melhor.

Leila Rodrigues

20 comentários:

  1. Olá, nossa vida é tudo isto como esta neste texto,mas um pouco de tempo para nós é preciso e nescessário.
    Excelente texto, excelente blog, já sou seguidora.
    E feliz dia do amigo.
    http://wwwavivarcel.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. ...são estes cinco minutos,
    os mais preciosos de nossas
    vidas.

    lindo!!

    Leila,

    Para estar junto não é preciso
    estar perto, e sim do lado
    de dentro.

    Leonardo da Vinci

    Um Beijo Amigo!!

    ResponderExcluir
  3. Muitas vezes a reflexão desses cinco minutos podem mudar o curso da historia,,,prazer imenso recebe la no Livro,,,volte sempre que desejar,,,adorei seu blog..um grande beijo de boa noite e um belo final de semana.

    ResponderExcluir
  4. Um maravilhoso final de semana pra ti minha amiga,,,beijos e poesia no coração...

    ResponderExcluir
  5. Olá,Leila!

    Estes cinco minutos podem fazer muita diferença!Uma vida tão corrida, repleta de horários a cumprir causa estafa, e deixamos de ver as coisas belas da vida!
    Lindo texto, ótimo para refletir!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Muito interessante o texto e seu espaço textual. Estou aqui retribuindo a visita feita ao tessiturapoetica.blogspot.com
    Abraço,
    Jasanf.

    ResponderExcluir
  7. Quanto diferença podemos fazer em cinco minutos... lindo texto!

    Deixo meu beijo e desejo a vc um ótimo fds!

    Espero por vc no Alma1

    ResponderExcluir
  8. Bastante pertinentes as suas indagações, Leila. Quando nos questionamos o porquê de algumas situações é porque a consciência nos chama à atenção. Entretanto a pós-modernidade está sendo feita de efemeridades, e nós sendo tragad@s pela pressa que não nos conduzirá à qualidade de vida que tanto ansiamos... Mas quando leio textos como o seu, percebo uma luz no fim do túnel... Que encontremos alternativas de vida melhor e saudável!

    Obrigada pela ida ao Canto, volte sempre, será um prazer.

    ;)

    ResponderExcluir
  9. Que profundeza nas palavras, como sempre Leila tu emocionas. Desejo-te uma semana com poesia e festa, luz e sorriso. ♥☆Jinhosssssssssssssss♥☆

    ResponderExcluir
  10. Minha querida!
    Como vc me surpreende nas suas crônicas,fala de uma verdade tão verdadeira que fazemos parte da sua vida...esses cinco minutos vivo todos os dias,rsrsrsrsrs...aplausos minha amada...
    Bjssssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  11. Olá, convido-te a vistar o meu blog e concorrer aos livros dos novos autores que lá estão disponíveis todo mês para fins de incentivo cultural, em agosto são 8 e em setembro 9, vá lá e confira os livros que serão sorteados; para concorrer, basta segui o blog e deixar este comentário - "estou participando da promoção."
    abraços

    ResponderExcluir
  12. Cinco minutos de verdade e reflexão.
    Seus textos continuam muito bem feitos, corajosos. É agradável ler o que você escreve.
    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  13. Em cinco minutos pode-se viver uma vida... fazê-la. Boa noite amiga vim deixar um beijinho e desejar um restinho de semana de luz. Ah! quanto ao contador podes encontrar neste site http://www.countdownclockcodes.com/ tem vários tipos e temas. Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Muitas vezes não temos muito a oferecer,
    ou repartir,mas enquanto existir palavras
    que tragam de volta a esperança perdida nas longas
    dificuldades da vida,
    elas valerão mais do que do qualquer dinheiro ou bem material,
    porque renovam a vontade de lutar
    até encontrar soluções para nossos problemas.
    Algumas palavras, nos momentos certos trazem de volta,
    a vontade de viver e tem o poder de transformar
    quem está quase desistindo.
    Um beijo no coração para sempre sua amiga,Evanir.

    ResponderExcluir
  15. Otimo texto!
    As vezes apenas cinco minutos que dedicamos a Nós, pode fazer toda diferença.
    Assim como os minutos que as vezes dedicamos a alguem que mesmo sem a gente ver ou entender sentimos que nescessitam...
    Obrigado por ser meu farol nun momento de tempestade, jamais esquecerei isso!

    ResponderExcluir
  16. Olá!!

    Venho deixar o meu beijo desejar uma ótima tarde!

    Você esta sumida- espero que esteja bem!

    Espero por vc no Alma!

    ResponderExcluir
  17. CINCO MIMUTOS PODEM SER ETERNOS, BEIJO LISETTE.

    ResponderExcluir
  18. passando para desejar uma noite abençoada,e que seu amanhecer seja de paz...bjssssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  19. Cinco minutos.... talvez o tempo preciso para se viver imensamente. Amei.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita. É muito bom ter você por aqui!
Fique à vontade para deixar o seu recado.
Volte sempre que quiser.
Grande abraço