domingo, 23 de julho de 2017

O sucesso e a sorte



A rede social agora é palco da alta performance. Lugar onde muitos usam para provar que são bons, muito bons, ultra, mega, power, blaster bem-sucedidos, bem-resolvidos, bem-qualquer coisa. Não basta ter um avatar, tem que ter um avatar foda, fantástico e fodástico. Palavra nova essa?! 
São personagens perfeitos, irretocáveis, que estão sempre sorrindo e gozando da mais plena felicidade. Eles se vestem bem, comem bem, se exercitam, se cuidam e  usam e abusam da palavra gratidão. São todos bem sucedidos, se dizem bem resolvidos e parecem viver um extraordinário caso de amor consigo mesmos. Geralmente não se cansam de falar do último curso que fizeram e do quanto são bons. São os Narcisos modernos que habitam um pseudo-lugar dos deuses da competência. Como se o resto do mundo fosse incompetente  e vivesse em um patamar abaixo dos seus pés dourados. 
Cá para nós, isso existe? Isso é real? Parem de subestimar a inteligência alheia! Pessoas que precisam provar o tempo todo que são "fodas" precisam mesmo é de um psiquiatra. Pessoas irretocáveis são insuportáveis! 
E na prática a gente gosta é de gente, não de um cause ambulante de sucesso. Faz bem conviver com pessoas que acordam de mal humor de vez em quando, que escolhem o cardápio sem saber o que é, que sentem dor de barriga, dor de cabeça, insônia e têm dúvidas de vez em quando. Afinal quem nunca? 
É com essas pessoas que não carregam tantas certezas que queremos passar os bons momentos de nossas vidas! Pessoas despreocupadas de provar qualquer coisa ao outro. Porque pessoas verdadeiramente  bem-sucedidas nem tocam neste assunto com ninguém. Pessoas que realmente atingiram a alta performance não estão preocupadas em comparar o resto da humanidade consigo. Elas estão ocupadas demais vivendo, dando e recebendo atenção dos momentos presentes. Elas gostam do que fazem, fazem com prazer mas não são escravas do aplauso alheio. Elas geralmente acordam cedo, trabalham duro, choram de vez em quando, sentem medo e tem um extraordinário respeito pelo próximo. Estes sim, são os nossos verdadeiros ícones e eles dispensam holofotes. Eles são ocupados demais para isso. Há quem diga que eles tiveram muita sorte. Pode ser que sim. Eu sempre digo que a sorte adora gente que acorda cedo. A sorte é altamente seletiva!


Leila Rodrigues


Publicado no Jornal Agora Divinópolis e no JC Arcos
Imagem da Internet


Olá pessoal,

eu entendo e concordo com a música “chegou a hora dessa gente bronzeada mostrar seu valor”. Mas convenhamos, a super-auto-valorização tem tomado conta das pessoas. E eu realmente ando cansada dessa gente que só pensa em mostrar o seu valor.
Narcizo não faz meu tipo. Nunca fez!
Quem é bom faz! E deixa que as pessoas tirem suas próprias conclusões. Simples assim.
Sem mais delongas por hoje, deixo um abraço e um muito obrigada pelo seu tempo aqui no Palavras. Com tantas opções a seu dispor, você escolheu passar por aqui. Obrigada! É por você que eu escrevo.

Grande abraço


Leila Rodrigues



Um comentário:

  1. Bom dia, Leila Rodrigues!!!
    Concordo totalmente com você!

    Pior é que alguns, que ainda não passaram por grandes problemas, ainda acham que você fez errado (aquilo que já deu certo)...
    Bem, cada um quer "puxar a brasa pra sua sardinha".

    Abraços. Saudades!!!
    Maria Helena Alves

    ResponderExcluir

Obridada pela visita. É muito bom ter você por aqui!
Fique à vontade para deixar o seu recado.
Volte sempre que quizer.
Grande abraço