segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Cápsula





Olá pessoal,

Sempre que vou à Tiradentes, volto em paz. Não sei explicar a razão disso. Talvez seja a tranquilidade do lugar, ou também as raízes mineiras muito presentes ou será o cenário bucólico e nostálgico que me liberta do cansaço e das preocupações. Enfim, o causador pouco importa.

Este fim de semana estive lá para o casamento de dois amigos. Tudo lindo, a noiva, o noivo, os convidados, a igreja, uma energia boa e um pano de fundo naturalmente perfeito que é a Serra de São José. Na volta, quando tentei escrever alguma coisa a minha leveza era tamanha que a única coisa que consegui escrever foi esta frase.

Às vezes tudo que precisamos é nos libertarmos do cansaço do dia-a-dia, das preocupações mudanas, dos afazeres… e nos deixarmos ser parte da paisagem. Só isso.

Para quem não conhece Tiradentes, fica aqui o convite para conhecer o nosso verdadeiro ouro de Minas. 

Grande abraço


Leila Rodrigues



4 comentários:

  1. Que linda postagem, amo a vida tranquila das cidades onde o verde e a natureza
    predominam!
    Que bom que conseguistes reabastecer os ânimos com essa linda pausa, casamento de amigos, alegria, paz, tudo de bom!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Passou no texto a paz. Senti a brisa do lugar.

    ResponderExcluir
  3. Grande verdade.
    Como precisamos de esses momentos que nos libertam!

    ResponderExcluir
  4. Tenho vontade, mas não conheço ainda. Mas digo o mesmo sobre Diamantina, aquilo é mágico. Congonhas conheço também, igualmente mágica. Beijos.

    ResponderExcluir

Obridada pela visita. É muito bom ter você por aqui!
Fique à vontade para deixar o seu recado.
Volte sempre que quizer.
Grande abraço