segunda-feira, 22 de junho de 2015

A Consulta





Doutor, eu já cortei o açúcar, o sal, a gordura, o álcool, a carne vermelha, o arroz, o glúten, a lactose e os amigos. O que mais eu vou ter que cortar? Sim, porque só me falta agora cortar os pulsos.

Ainda assim hei de vencer! Tomei algumas medidas que vão contribuir muito para esta etapa da minha vida. Já cortei a empregada (limpar a casa ajuda a fortalecer os músculos), cortei para sempre a padaria porque leite e pão hoje em dia são dois venenos, cortei o álcool até da limpeza para não ter perigo de recair e amanhã cedo vou cortar a TV porque esses programas culinários estão arruinando a minha meta! Doutor, por favor, me diz se em algum momento desse corte coletivo eu vou poder cortar o que realmente me interessa, a minha fome!

Eu preciso parar de ter fome Doutor! O problema é que a minha fome é diferente das demais. A minha fome é na cabeça! Eu penso em comida, eu medito com comida, eu tomo café da manhã pensando em qual será o cardápio do almoço. Fala para mim Doutor, é ou não é uma cabeça de gordo?

Doutor, da última vez que eu estive aqui, o Sr. Me pediu para cortar a farinha branca. Eu cortei a branca, a preta, a amarela, todas! Lá em casa farinha não entra mais. O problema é que eu continuo pesando aquele mesmo peso do mês passado, que eu não posso expor aqui, claro! Doutor eu sei que eu estou alterada. Meu marido já me disse isso, a minha mãe e as minhas amigas também! Mas eu tenho motivos. Uma pessoa que se alimenta de alface, clara de ovo, batata doce e água tem todos os precedentes para ficar alterada. Eu perdi o sabor!

Doutor eu sonho ser uma pessoa fit! Sabe aquelas que acordam cedo e malham pesado todos os dias? Pois bem, esse é meu sonho! Então eu acordo cedo todos os dias e coloco a minha roupa de academia, todo santo dia! Aí eu vou à padaria, ao supermercado, levar meu filho até a escola, enfim, eu passo o dia com o meu modelito fit que é para todo mundo pensar que eu sou realmente essa pessoa. Inclusive eu!

Eu sei que a minha gordura reside muito mais na minha cabeça que no meu abdômen. Afinal, pesar 70 Kg não deveria ser motivo para esse pânico todo. Em algum momento eu criei esta meta de emagrecer e agora não consigo sair dela. Por favor, Doutor, me receite algo para sair dessa onda maluca que eu entrei. Emagrecer não pode ser assim! Será que o Sr. não teria uma pílula? Isso! Um remedinho desses mágicos que devolva a minha magreza e consequentemente a minha felicidade?

O quê? Rivotril? Emagrece?

Leila Rodrigues
Publicado no Jornal Agora Divinópolis em 16/06/2015
Imagem da internet

2 comentários:

  1. rssss...Adorei o bom humor e essa neura de emagrecimento anda solta! E Rivotril anda circulando também!!! Bom te ver!

    beijso, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. Muito interessante, mas às vezes só resulta se conseguirmos coser a boca,

    ResponderExcluir

Obridada pela visita. É muito bom ter você por aqui!
Fique à vontade para deixar o seu recado.
Volte sempre que quizer.
Grande abraço