quarta-feira, 26 de outubro de 2011

A escolha




Levada pelo pensamento, como o vento leva a chuva, ela caminhava de volta para casa. Sempre à pressa, sempre o tempo. Contrariando o cotidiano, desta vez não era a janta que habitava seus pensamentos, nem o dever das crianças, nem o vazamento da pia. Quem a acompanhava pelo caminho era seu devaneio mais recente, uma nova oportunidade. Sim, uma oportunidade, essa dama encantada que habita nossos horizontes, havia beijado a sua face. Àquela altura de sua vida, uma oportunidade de começar de novo, de um jeito novo, em um novo lugar! Só de pensar nesta possibilidade, ela já se sentia embalada por este novo mundo. Ria sozinha, não conseguia parar de pensar, fazia mil planos na cabeça, sentia frio na barriga, tudo isso movida por esta janela que se abrira em sua vida.
A dúvida assolava-lhe a mente, de um lado a velha e costumeira vidinha de sempre, família, filhos, trabalho. Tudo tão encaixado para caber na agenda e na vida que até os problemas já lhe eram previsíveis. Não fosse a mesmice dos dias, não fosse a falta de emoção, diria que estava tudo tão perfeito em sua vida, tão arranjado, para quê mexer?
Do outro lado, feito criança na roda gigante, a oportunidade lhe convidava a largar tudo isso e experimentar começar tudo de novo. Quantas vezes ela não desejou, desesperadamente, uma oportunidade de recomeço? Quantas vezes, no auge da dificuldade e da dor, ela não quis uma chance dessa? E agora, que ela menos esperava, que ela já se havia acostumado com o que tinha, surge este pacote surpresa para dividir seu coração ao meio?!
Chegara a perder a fome, tamanha a dúvida. Silenciosamente, cultivava aquela dor de quem precisa decidir um caminho a seguir. A dor não era escolher o caminho e sim, deixar um caminho. O que doía não era o caminho a ser escolhido, mas o que fosse deixado para trás, seja ele qual fosse. Descobriu que estava mais presa aos seus do que imaginava.
Resolveu colocar tudo na balança. E se surpreendeu!  Pessoas pesam mais que propostas, saudades medem mais que a distância, liberdade pesa mais que comodidade e felicidade nem sempre combina com facilidade.
Rezou, pediu, pensou, calculou, chorou, sorriu e finalmente decidiu. Optou por ser feliz, achou este, o caminho mais adequado!


Leila Rodrigues 
publicado no Jornal Agora - Divinópolis MG em 25/10/2011

21 comentários:

  1. Literalmente lindo!

    ResponderExcluir
  2. Leila, tudo bem amiga?
    Psrabéns pela publicação em jornal deste maravilhoso texto.


    A felicidade deve ser a opção, a questão é, o que proporciona mais felicidade? O novo caminho e largar o antigo? Ou seguir com ele, manter...
    ainda sem esquecer da felicidade dos outros que amamos!

    Difícil escolha, escolher pela felicidade, é sempre difícil!

    Belíssimo, Leila! Parabéns!
    Ótimos dias! Abraçãooo :)

    ResponderExcluir
  3. Oi Leila,

    Interessante seu conto, a divisão entre os 2 caminhos... De certa forma, todos nós chegamos em algum momento numa bifurcação. Ou profissional, ou amorosa, ou ambas ao mesmo tempo. Escolher a felicidade é coisa complicada... Afinal, nova oportunidade e felicidade nem sempre são sinônimos. E se a raiz de minha alegria estiver justamente na rotina chata de todos os dias? Normalmente só damos valor àquilo que, ainda que momentaneamente, perdemos.

    Espero que a protagonista de teu conto tenha feito a escolha certa, aquela que realmente a leve por caminhos felizes. Lindo texto, um beijo!

    ResponderExcluir
  4. Bonito post y bella imagen.
    un placer pasar por tu espacio.
    que tengas una buena semana.
    saludos.

    ResponderExcluir
  5. Olá,Leila!!

    E esta é a melhor escolha!!!!Que texto lindo querida!!!Tão suave e poético!!
    Beijos pra ti!

    ResponderExcluir
  6. Muito boa Tarde amiga
    Obrigada pelo carinho lá no meu cantinho.
    Hoje vim lhe pedir uma forcinha muito especial para realizarmos um sonho muito antigo que é cobrir a quadra de esportes de nossas crianças.
    Só com sua ajuda podemos chegar a concretização deste sonho
    Visite o link
    http://www.mariaalicecerqueira.com/2011/10/nossas-80-criancas-carentes-estao.html
    Conheça as nossas crianças !
    Desde de já lhe agradecemos do fundo do nosso coração
    Se poder me envie um e-mail para alicefdesa@gmail.com
    Para que eu possa enviar o Nº da agencia e conta
    Pode ajudar com o valor que você poder .
    Tenha uma linda semana coberta de muito Amor
    E paz
    Abraço Amigo!
    Maria Alice

    ResponderExcluir
  7. Com as imagens na cabeça

    se escrevem os textos cheio de virtudes

    como este!

    Bjsss

    ResponderExcluir
  8. Leila,as escolhas são sempre dificeis principalmente quando envolvem pessoas que amamos!Muito bem escolhido no final,pois realmente o que importa é estar feliz!Só assim faremos a felicidade dos outros tb!Excelente seu conto!Bjs,

    ResponderExcluir
  9. Leila,as escolhas são sempre dificeis principalmente quando envolvem pessoas que amamos!Muito bem escolhido no final,pois realmente o que importa é estar feliz!Só assim faremos a felicidade dos outros tb!Excelente seu conto!Bjs,

    ResponderExcluir
  10. Leila
    Parabéns pela publicação desse texto incrível. A opção da felicidade é sempre a melhor. Post perfeito. Bjkas e um ótimo fim de semana!

    ResponderExcluir
  11. Oi tem sorteio lá no meu blog:
    http://amazoniaumcaminhoparaosonho.blogspot.com/
    SORTEIO DO LIVRO "A GALERIA WILSON" de Maicon Tenfen

    AUTOGRAFADO COM O NOME DO VENCEDOR!!!

    ResponderExcluir
  12. E vc me fez chorar...
    Lindo, belo, maravilhoso, emocionante.
    Bjos achocolatados

    ResponderExcluir
  13. Oi Leilinha..desculpa a minha ausencia. Estava com saudades.
    Nao esquece de me avisar qdo vc for vir a SP heim??

    Primeiro parabéns pelo seu belo texto publicado.Vc é super talentosa.
    Faço questão de ir na sua noite de autografo..que tenho certeza ira acontecer.
    Quanto ao tema....acho que muitas mulheres se identificam com ela.
    Acho que o que importa é ser feliz e se deixar guiar pelo coração.

    Um beijo querida Amiga..te amo!

    ResponderExcluir
  14. Minha querida

    Por vezes as escolhas são muito difíceis de fazer, a vida nos enreda em mil teias, e quem consegue partir rumo à felicidade é muito bom.
    Adorei como sempre ler-te e deixo um beijinho com carinho.

    Sonhadora

    ResponderExcluir
  15. Que texto maravilhoso.Belo post.
    Nada é fácil na vida, principalmente quando as escolhas exigem mudanças.
    Obrigada querida por compartilhar este texto.Tenhas uma semana linda e feliz.Bjs Eloah

    ResponderExcluir
  16. Essa é a escriba que "aquele pai de santu rsrsr"
    proferiu e profetizou, isso isso isso,é o começo do começo, amiga nossa fraterna!
    amamos voce
    re e ri

    viva la vieeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee

    ResponderExcluir
  17. Belo dia florido prá ti!
    Folhas de Outono chega para matar saudades !
    Saudades de tuas escritas e de vc tbm.Estava privada de fazer uma das coisas que mais gosto de fazer que é te ler,kkkkkkkkk,mas agora posso sim,logo hj que encontrei esse belissimo textoimaginário...
    bjsssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  18. passei pra te dar um beijo..saudades...

    ResponderExcluir
  19. Lindas suas palavras! Harmonicamente da sensibilidade ao poder da decisão.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita. É muito bom ter você por aqui!
Fique à vontade para deixar o seu recado.
Volte sempre que quiser.
Grande abraço