quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Pena




Pena não ter tido tempo de dizer adeus
Pena ter feito você chorar
Pena ter perdido aquele trem e junto com ele o que teríamos de história

Pena não ter tido coragem
Pena não ter dito a verdade
Pena ter buscado em outros cantos o seu verdadeiro encanto

Pena ter ficado tão quieto
Pena não seguir meu coração
Pena nunca ter voltado pra te pedir perdão

Pena não ter feito das minhas penas, um bom motivo para mudar
Pena não ter tido coragem de voar
Que pena!


Leila Rodrigues

29 comentários:

  1. Linda e triste poesia, cheia de penas!!!

    Tantas coisas não feitas ou deixadas pra trás...beijos,lindo fds,chica

    ResponderExcluir
  2. Hello Leila

    Thanks for your comment and that you are following my blog.....i will do the same.....your blog is very nice.

    warm greetings from Hollanda and a hug, Joop

    ResponderExcluir
  3. Quanta pena,amiga Leila,Rick manda dizer que sentindo está como se um galo penudo fosse rssrrs!

    bzuz Re e Ri

    ResponderExcluir
  4. Desagradabilíssimo quando chegamos a essa conclusão na vida! Verdades que deveriam ser ditas e ultrapassadas forma enterradas!
    Abraço, Célia.

    ResponderExcluir
  5. Leila, tudo bem?
    O lamento pelas coisas que já aconteceram, e porque lamento, não aconteceram como queríamos, é inevitável, mas ainda tem tempo, por isso a vida nos prepara essa sequência de fatos surpreendentes, uma estreia diária!
    Beijos e ótimos dias :)

    ResponderExcluir
  6. As penas são lindas ... mas só nos pássaros... contudo, esta poesia também tem encantos tamanhos que vale a pena!

    E, pena minha, não ser capaz de fazer igual!

    ResponderExcluir
  7. Olá,Leila!!

    Que bela inspiração querida!!!!Que sirva de incentivo para aqueles que deixam o momento passar...
    Se temos que fazer, que seja agora!Se der errado, que sirva de lição!!!!
    Beijos pra ti!!!
    Bom final de semana!

    ResponderExcluir
  8. ...traigo
    sangre
    de
    la
    tarde
    herida
    en
    la
    mano
    y
    una
    vela
    de
    mi
    corazón
    para
    invitarte
    y
    darte
    este
    alma
    que
    viene
    para
    compartir
    contigo
    tu
    bello
    blog
    con
    un
    ramillete
    de
    oro
    y
    claveles
    dentro...


    desde mis
    HORAS ROTAS
    Y AULA DE PAZ


    COMPARTIENDO ILUSION
    PALAVRAS

    CON saludos de la luna al
    reflejarse en el mar de la
    poesía...




    ESPERO SEAN DE VUESTRO AGRADO EL POST POETIZADO DE FLOR DE PASCUA ENEMIGOS PUBLICOS HÁLITO DESAYUNO CON DIAMANTES TIFÓN PULP FICTION, ESTALLIDO MAMMA MIA, TOQUE DE CANELA ,STAR WARS,

    José
    Ramón...

    ResponderExcluir
  9. Um poema que nos obriga a reflectir.
    Fica um vazio e uma saudade na curva desse comboio que já passou.

    ResponderExcluir
  10. Ah Leila, meu coração está um pouco sensível...quase chorei...me emocionei com teu escrito...beijinhos querida

    ResponderExcluir
  11. Oi Leilinha..saudades de vc...

    Aprendi a pensar assim..

    Não tinha que ser....
    O melhor sempre ta por vir..
    Perdoar o outro ´muito mais fácil que
    perdoar-nos.

    Ja me desenclusirei...ufa!!!!


    beijo...

    ResponderExcluir
  12. Querida nem sempre o bastante é o suficiente, mas sempre o tempo nos faz entender que o brilho está mais a frente.Basta esperar.
    Leila, obrigada pelas palavras lindas, meigas e generosas que deixastes no meu Blog.Vieram para enfeitar o meu aniversario de doçura e amizade.
    Bjs Eloah

    ResponderExcluir
  13. Obrigado, Leila, pela visita que fez ao meu site "Ventos que Passam" e pelas palavras de carinho e apreço que deixou no livro de visitas. Foi um prazer para mim. Vou ver com muito gosto o seu Blog e desde já a felicito pelo primeiro poema que já li, assim rao«pidinho, logo que entrei neste seu espaço lindo.
    Um abraço
    Fernando

    ResponderExcluir
  14. Leila,
    e pena seria se ficássemos pra sempre presos a tantas penas.

    Bela escrita querida, beijokitas mil.

    ResponderExcluir
  15. Que pena que não podemos voltar no tempo e refazer certas coisas! Ou fazê-las melhor!
    Beijocas, amiga! Bom domingo!

    ResponderExcluir
  16. Lindo amiga. As vezes essa coragem nos falta. Beijos e ótima semana

    ResponderExcluir
  17. Minha querida

    Hoje passando para agradecer o carinho de sempre e oferecer uma fatia de bolo de aniversário...embora virtual é de coração.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  18. Oi Lindinha..viu o que eu escrevi lá em cima?
    era pra ter descrito desenclausurei..ou algo parecido..

    Um beijo..boa viagem...te amo...
    Obrigada pelo convite....ebba!!

    Bj

    ResponderExcluir
  19. Querida e linda amiga,pessoas especiais como você trazem magia nas palavras, paz e amor no coração.Parabéns pelos belos textos que tens postado e obrigada pelos momentos enriquecedores que tenho passado aqui.Deixei minha mensagem de Natal no meu Blog e que traduz os meus desejos e carinho para vocês todos que me visitam.
    Lindo Natal! Sejas feliz! Bjs Eloah

    ResponderExcluir
  20. Olá Leila!

    Passando para te desejar um natal com Cristo no coração e um ano renovador, que abra novos caminhos, inaugurando possibilidades reais para o bom e o melhor. Que o novo ano traga-nos o começo de tempos melhores feitos por pessoas melhores, dispostas a vivenciar o verbo Amar. Despertas para que: Mudanças não são frutos dos calendários, mas de corações e mentes, irmanados pelo desejo do bem de todos.

    Feliz natal e bom 2012!!!!

    ResponderExcluir
  21. Caríssima!

    Aproveito esta oportunidade

    para desejar-lhe uma feliz

    Quadra Natalícia.

    Saudações poéticas

    ResponderExcluir
  22. Boa noite querida amiga Leila.

    Estivemos juntos por mais um ano, para minha alegria, no blog, no facebook, no orkut, no e-mail, não importa, eu agradeço.

    Há de ser o Natal um grande momento de paz. Há de ser o Ano Novo um tempo de amor.

    Que a paz, o amor e a harmonia permaneçam em seus corações e seus lares.

    Quando em minhas preces, agradeço por vocês existirem na minha vida, enxergo minha pessoa, tão frágil, tão “comum”, tão indignada com as coisas do mundo e me pergunto,como cheguei a vocês?

    Sem planejar, até mesmo sem perceber, aumentou minha família.

    Escuto um eco enorme à minha pequena voz... vocês apareceram na minha telinha, tão natural, tão espontâneo!

    Chego a pensar que sempre foi assim. É assim!!!

    Percebo ainda, que falamos em

    Anas, Josés, Cecílias, Beths, Carminhas, Marias essa e aquela, Edisons, Eloys, Fátimas, Veras e tantos outros, como pessoas de minha maior convivência, na mesa do jantar, ou mesmo almoço.

    Quero desejar agora;

    Da minha família para a sua família, um FELIZ NATAL.

    FELIZ ANO NOVO.

    Que a paz do Natal se multiplique no ano que se inicia.

    Obrigada por fazerem parte da minha vida.

    DEUS os abençoe.

    FIQUEM COM DEUS.

    ResponderExcluir
  23. As vezes falta coragem de viver certas situacoes e entao deixamos passar...
    e ai passamos o resto da vida a lamentar aquela situacao aquele momento de pura falta de coragem...
    OBS desculpe algumas falhas no texto e na pontuacao meu teclado esta maluquinho hj rsrs

    ResponderExcluir
  24. As vezes a gente deixa algo passar e depois lamentamos por não ter vivido aquela história.
    Adorei os seus versos.

    Bjs

    ResponderExcluir
  25. Leila, como a gente deixa de ser feliz com tantas penas... Chegará o tempo que estas penas não significarão mais nada: não haverá mais tempo!

    beijo pra você.
    tais Luso

    ResponderExcluir

Obridada pela visita. É muito bom ter você por aqui!
Fique à vontade para deixar o seu recado.
Volte sempre que quizer.
Grande abraço